Confira 6 benefícios do uso da esponja vegetal vegetal

Oi pessoal!!

Estou de volta.
Por esses tempos que andei sumida estava estudando e trabalhando bastante, na verdade trabalhando bastante eu ainda estou :)

Mas, como é que vocês estão? Espero que bem.

Quero te perguntar uma coisa.

Você sabia que a esponja ou bucha vegetal é uma fruta que nasce em uma trepadeira alta da família das cucurbitáceas, pertencente ao gênero Luffa que parece um pepino? As bucha, são as fibras do fruto seco.

E sabia também que se usada corretamente ela pode trazer muitos benefícios para você e que ela é ecologicamente correta ao contrário das buchas sintéticas, que são feitas a partir do plástico derivados do petróleo?

E justamente por ele ser uma fruta ela se biodegrada mais facilmente no meio ambiente do que a bucha produzida com poliuretano.

Alem do benefício ao meio ambiente a bucha tem também benefícios a nos proporcionar.

Vamos ver alguns:

  • Mais barata

Tem preço muito mais acessível que as buchas sintéticas e podem ser facilmente encontrada em feiras, supermercados, farmácias e perfumarias. As buchas compradas nas feiras geralmente vem no tamanho natural podendo ser facilmente cortadas e guardadas;

  • Esfoliante natural

Um excelente esfoliante natural, que ajuda na circulação sanguínea, beneficiando na diminuição do aspecto "casca de laranja" da pele com celulite;

  • Remove as celulas mortas

Ajuda na remoção das celular mortas, deixa a pelo mais saudável, limpa e renovada.

  • Evita encravamento dos pelos

Por ser um esfoliante a bucha quando usado no banho evita que os pelos encravem, antes da depilação é bom fazer uso da esponja vegetal para que os poros fiquem propícios para a retirada dos pelos.

  • Hidratação da pele seca

Se você tem a pele seca, pode usar  a bucha em movimentos circulares e mais forte, para estimular as glândulas responsáveis pela hidratação da pele

  • Limpeza da casa

Sim, a esponja vegetal também pode ser usada na limpeza da casa e para lavar louças. A esponja vegetal não risca as louças, madeira e nem os vidros.

Antes de concluirmos

  1. Antes de usar a bucha, deixar cair água quente para amolecer e não machucar a pele;
  2. Sempre usar um hidratante apos o banho para ajudar na recuperação da sua pele;
  3. Se a sua esponja estiver com uma cor diferente de quando comprou, com cheiro esquisto ou meio lisa demais (gelatinosa) chegou a hora de trocar sua esponja por uma nova.

Porém, alguns cuidados devem ser tomados

Em pesquisa nos Laboratórios Clínicos de Microbiologia do Hospital Monte Sinai de Nova York (EUA), três médicos perceberam que deixar esponjas em ambiente úmido, como o dos nossos banheiros e cozinhas, causa a proliferação de bactérias, algumas até perigosas (do gênero presente em infecções hospitalares). Para os leitores com doenças ligadas à imunidade, como lúpus, anemia, hemofilia, diabetes ou que estão em períodos pós-cirurgia, vale prestar atenção.

Esponjas ainda não utilizadas, porém umedecidas, apresentam colônias esparsas de bactérias em forma de bacilos e estafilococos que, se não higienizadas, evoluem para uma flora de bactérias resistentes a antibióticos e às defesas do organismo humano. Mas calma, com a devida limpeza e cuidando da saúde, tudo isso pode ser evitado.

O principal é que você deixe a bucha vegetal secar completamente entre uma lavagem e outra, de preferência no sol, assim as bactérias não encontram um ambiente para se propagar. É importante também que a janela e a porta da cozinha fiquem sempre abertas – e se quiser um cuidado extra, lave sempre a bucha após uso.

Métodos de descontaminação não são mais recomendados. Colocar uma esponja no micro-ondas pode aumentar a quantidade de micro-organismos patogênicos

Fonte: Ecycle

 

 

 

print
Calvície feminina
Frutas e legumes da época (abril)
Chá de erva doce | E seus poderes ocultos